Diga à UE para travar a chegada de novos migrantes do Afeganistão!



 

Os povos dos países membros da União Europeia não deviam ser vítimas colaterais da captura de Cabul pelos Taliban, e ainda menos dos erros cometidos pela administração americana.

Esta ascensão ao poder irá certamente provocar novas vagas de imigração, com os riscos que estas implicam: importação do conflito afegão para os nossos países, insegurança, Islamização, terrorismo...

As experiências passadas, especialmente durante o conflito na Síria, e o surgimento do Estado Islâmico, devem encorajar-nos a sermos firmes!

Os refugiados devem ser tratados com humanidade, mas nos países fronteiriços do Afeganistão, não nos países membros da União Europeia.

Com o partido Identidade e Democracia, faça ouvir a sua voz e diga diretamente aos líderes da UE para recusarem a imigração em massa!

-->